Os Super-heróis gays das HQ

Hey hey geeks!

Pois é, algumas pessoas podem ter se surpreendido com o título do post, mas o fato é: super-heróis gays existem, e muita gente nem sabe! E não estou falando de estereótipos bizarros com capa de arco-íris voando pelo céu com o Nyan Cat ouvindo ABBA, mas sim de personagens que conquistaram seu espaço fora do armário! ;D

A lista e o texto a seguir são de um post do Papel Nerd, que eu adicionei algumas observações, comentários, etc (que estarão em itálico), mas eu não poderia deixar essa chance passar, visto que nem sabia que alguns deles são homossexuais! hahaha Vejam só:

Starman

A DC Comics tem pelo menos uns 5 Starmans diferentes, mas gay ela só tem um: Mikaal Tomas. Starman é um Alien que veio de outro planeta, tentando fugir da tirania de seu irmão. No seu planeta os seres não se importam unicamente com o sexo da pessoa, e sim com os sentimentos que essa pessoa tem por ele. Lá ele era casado com uma mulher, mas quando se refugiou na terra e se tornou herói, se apaixonou por um jovem rapaz, com quem teve uma relação. Até que esse foi assassinado a mando de um vilão chamado Prometheus, que queria exterminar todos os heróis do mundo. Atualmente Starman é membro reserva da Liga da Justiça, e tem um grande amigo no grupo, o Congorila, mas eles são apenas amigos.

Batwoman

Seu nome é Kate Kane, é uma socialite filha de uma família rica de Gotham, os cidadãos dizem que a parte de Gotham que não é da família Wayne pertence aos Kane. Kate deciciu viajar pelo mundo para treinar artes marciais e aumentar a sua capacidade de investigação, depois de ter sido salva por Batman anos atrás. Devido aos seus talentos e ter a Questão como parceira, Batwoman conseguiu a aprovação dos outros vigilantes de Gotham, isso somado ao fato dela ter aparecido em uma época que Bruce Wayne estava fora da cidade. O relacionamento dela e de Renne tem altos e baixos, mas quando estão juntas elas lutam contra o crime.

Questão

Muitas pessoas conhecem o personagem Questão, super-herói que pertenceu as últimas temporadas do desenho da Liga da Justiça sem Limites. Esse personagem a pouco tempo estava morrendo de câncer, então precisava urgente de um substituto. A escolhida foi Renee Montoya, uma detetive de Gotham e ocasional aliada do Batman, Renee ficou anos escondendo sua sexualidade da sua familia. Mas com o tempo aceitaram a orientação da filha, porém, logo depois acabou sendo demitida do Departamento de polícia de Gotham, e nessa mesma época Questão a convocou. (Essa é a namorada da Batwoman)

Colossus

Todo mundo conhece o Colossus, personagens do universo de X-Men. Colossus sempre foi heterossexual e namorou a Kitty nos quadrinhos. Porém no universo Ultimate que é um universo paralelo, Colossus é homossexual, não revelando o seu segredo para ninguém do grupo, até se apaixonar por Wolverine. Ele teve várias discussões com Noturno, que não aceitava que seu colega de equipe fosse homossexual, porém isso foi esquecido e Colossus vive muito bem ao lado do mutante Estrela Polar, seu namorado. (É gente, pelo jeito o Wolvie era muita areia pro caminhãozinho dele… =P)

Estrela Polar

Estrela Polar tem o mérito de ser o primeiro personagem importante de HQs a assumir sua homossexualidade. Os autores deram dignidade ao personagem, sendo um personagem importante dos X-Men. Ele surgiu no universo mutante como integrante da Tropa Alfa, uma equipe de mutantes canadenses que trabalha para o Governo que queria o Wolverine de volta a sua equipe, já que o mesmo estava com os X-Mens, mas depois do embate inicial as equipes se tornaram aliadas, e logo depois, Estrela Polar integra os X-Mens. (E começa a namorar o Colossus aí de cima)

Hulkling

Ele é um projeto do andróide Visão dos Vingadores que queria criar um grupo de jovens heróis para substituírem a equipe, caso essa fosse destruída. Com isso surgiram os Jovens Vingadores. Uma equipe em treinamento para um dia substituírem os maiores heróis do universo Marvel. Nessa equipe de jovens super-heróis, apareceu o primeiro casal gay de jovens-heróis, o Hulkling e o Asgardiano. Como eles são personagens relativamente novos, ainda não tiveram muito como desenvolver sua história.

Estraño

Estraño foi criado nos anos 80 e, além de ser homossexual, em uma de suas histórias ele contraiu HIV, por fazer sexo sem camisinha. Lembrando que nos anos 80, as pessoas consideravam a AIDS uma doença homossexual. Além de grupos conservadores condenarem o personagem pelos mesmos motivos de sempre (desvirtuar os jovens, ser contra os ideais cristãos) grupos a favor dos direitos dos homossexuais também foram contra a criação do personagem por considerá-lo estereotipado, caricato e preconceituoso. (Sério né, só faltavam uns cílios postiços ali pra completar a produção! hauhauhua)

Gear

Todo mundo conhece o desenho animado do Super-Choque, personagem criado por um selo independente da DC, que logo foi incorporado ao Universo DC. (aaaah eu adorava assistir Super-Choque no Cartoon! *_*) Um dos personagens da série se chama Gear que para quem não sabe ou não lembra é o melhor amigo de Virgil (Super-Choque) que tem super inteligência e criou um traje para ajudar seu amigo na luta contra o crime. Porém na sua versão dos quadrinhos, o Gear nunca foi um super-herói, mas um grande amigo de Virgil, que contou para ele que é homossexual. De início ele não aceitou e se distanciou do amigo, mas logo depois ajudou ele a enfrentar uma gangue de homofóbicos com super poderes, mostrando que acima de tudo, a amizade é mais importante que a opção sexual de seu amigo. (Gangue de super-homofóbicos, me-do)

Grace Choi

Grace Choi teve uma vida difícil, não sabe ao certo o que aconteceu com sua infância, a ultima coisa que se lembra é que era vendida como escrava sexual ainda criança por uma máfia que trabalhava com pornografia infantil. Quando ficou mais velha sua força aumentou absurdamente, sendo capaz de levantar pequenos carros e coisas do tipo, o que lhe proporcionou uma fuga de lá, podendo viver em paz em Metrópolis, onde já adulta arrumou um emprego como segurança em uma boate underground de Metahumanos. Lá tinham respeito, e com o tempo se tornou uma excelente lutadora, ela conhecia grande parte dos Super-Heróis. Não demorou muito e foi chamada para integrar a equipe dos Renegados, onde faz um ótimo trabalho, e lá conheceu a Tormenta, uma super-heroína que tem o poder de controlar a densidade. As duas têm uma relação, onde ambas lutam juntas no combate ao crime.

Apolo e Meia-Noite

Os dois vivem em um universo paralelo ao da DC, e comandam uma equipe de super-heróis com um estilo bem violento chamado The Autority. São casados e tem uma filha adotiva. O que os torna legais e ao mesmo tempo polêmicos é que eles são uma cópia perfeita do Superman e Batman, ambos foram realmente criados para serem uma cópia dos maiores heróis do mundo e para serem gays, talvez para chocar ou até mesmo uma brincadeira devido a “caça as Bruxas” que houve sobre as histórias do Batman nos anos 40. (Sério, esses eu não conhecia, mas meu instinto yaoi-fangirl já ficou maluco ao pensar que realmente shiparam Superman e Batman hauhauhahua! Vou procurar pra ler!)

Bunker

Bunker, é o novo herói da DC Comics, ele estreou no supergrupo Novos Titãs, na HQ Teen Titan #3. O personagem chegou rodeado de controvérsias, não por ser gay, mas pela personalidade e roupas extravagantes e exageradas. Em entrevista ao Comic Book Resources, o roteirista da HQ, Scott Lobdell, disse que, basicamente, o personagem parece extravagante porque é feliz. (O Bunker revelou que é gay numa conversa com a Garota-Maravilha no volume 06 da HQ, e ainda “estranhou” ela não ter percebido antes LOL)

Superman

O que dizer sobre o Superman nesta matéria polêmica? Bem, o super-herói mais poderoso da DC Comics, quando exposto a Kriptonita Rosa, muda momentaneamente sua orientação sexual. Será que significa? Sim, significa!

(Agora vem o bafafá, menineeeees! Hahuahuahua ok, primeiro eu achei essa história de Kriptonita Rosa bem suspeita, já que não acompanho assiduamente as HQ do super-homem, então fui pesquisar. Foi então que encontrei na santa Wikipedia os efeitos da Kriptonita Rosa, que realmente existe:

Altera a condição sexual dos kryptonianos – ou seja um kryptoniano hetero vira homossexual por um determinado tempo. Foi usada numa história da Supergirl pós-crise: Supergirl (vol. 4) #79, 2003, escrita por Peter David. Ela foi publicada no Brasil na mini-série em três edições Supergirl – Os Últimos Dias. Nessa história, a Supergirl Linda Danvers troca de lugar com a Supergirl da Terra Ativa pré-crise. Ela cita um caso envolvendo a pedra em que aparentemente Superman flerta com Jimmy Olsen naquela realidade. Ou seja, não existe kryptonita rosa na Terra 0 (pós-52), apenas na antiga Terra Ativa.

Então podemos concluir que num universo paralelo, o Super-Homem tem “complexo de Ranma 1/2” HAUHAUHAUHAUHUA)

E aí, vocês conheciam todos esses personagens, ou sabiam que eles eram assumidos mesmo? Eu só sabia do Starman, Estrela Polar e do Gear! Gostei que tem heroínas lésbicas também, normalmente as HQ tem uma tendência meio machista né? hauhauhauhua

Agora, essa do Superman é novidade pra mim! hauhauhua! Mas se a gente for ver bem, a DC é a que mais tem personagens gays né? Vai ver fizeram essa “experiência” com o Superman porque o público já aceita melhor! Fico super feliz se esse for o caso, já está na hora do pessoal evoluir um pouquinho né? ;D

Kissus!

 

[UPDATE] Podem adicionar o lanterna verde Alan Scott na lista! Saiu do armário em junho/2012, clica aqui! [/UPDATE]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

  1. wooow!!! revelaçãooo :O hiuhaiushauishas a do superman nem imaginava.!!

    e do colossus, não mostra nadaica no filme ne?!

    só comentei dos dois pq são os únicos que conheço.! haisuhasiuas mas gosti de saber da batwoman.!! ela é show.! ;D

  2. Pingback: Lanterna Verde é o “novo gay” da DC! | GEEKISS

  3. Gente….em choque com o Superman!
    Kryptonita rosa e´novidade pra mim. -n Um perigon, viu! HSIAUHUISAHSI

    Ah, faltou o Batman e o Robin! xDDD

  4. Pingback: O beijo gay de Wolverine e Hércules | GEEKISS